Gestão de Entrega

5 erros comuns que você comete na roteirização de entregas

Cometer erros é comum na hora de fazer roteirização de entregas. No entanto, alguns deles são tão corriqueiros que já fazem parte do dia a dia, sem que você nem questione que são erros e perceba que eles estão ocorrendo. 

Selecionamos 5 deles para abordar: imprecisão, falta de garantia, muito trabalho operacional, erro humano e centralização.

Vamos entender um pouco de cada um e também trazer algumas sugestões aplicáveis para que eles não ocorram mais.

Veja os 5 erros mais comuns na roteirização de entregas

Errar é normal, mas se isso for algo recorrente, pode custar clientes e, até mesmo, a sua empresa. Por isso, é preciso atuar nos pontos crítico enquanto eles podem ser solucionados.

Veja se você comete algum deles:

Imprecisão logística

Confesse: você, às vezes, faz o cálculo da sua rota no chute. Principalmente, quando, surge uma nova carga para você encaixar no seu roteiro no último minuto do carregamento.

 Isso é bem comum, mas sem precisão você pode aumentar seus gastos com combustível ou, ainda, pior: não considerar os horários do seu cliente, chegar na hora errada e ainda levar multa ou pagar diária.

Outra coisa que acontece, é o operador logístico entregar as notas para o motorista, que irá decidir qual caminho é melhor pra ele. Isso tira o controle da empresa sobre os custos da viagem, já que o motorista vai se preocupar em fazer o trajeto que melhor lhe agrada e não, necessariamente, o mais econômico ou mais rápido.

Se você usa algum site de mapas, como o do Google Mapas, ainda está no lucro. No entanto, a distância entre as entregas ainda pode ser encurtada.

A cubagem também é calculada de forma imprecisa, já que vimos com frequência que o número que consta na nota, nem sempre corresponde à realidade.

Esse cálculo estimado é falho, refletindo-se diretamente em dois pontos importantes: pagamento do frete não é preciso, podendo ser muito mais alto do que a realidade, e mau aproveitamento do caminhão, ou seja, baixa taxa de ocupação.

Quando a ocupação de caminhões é estimada, isso prejudica a distribuição de cargas para a frota. Com o peso excedido, há maior consumo de combustível, desgaste maior de pneus, aumento de manutenções etc, sem contar possíveis multas. Quando ocorre o contrário, ou seja, se o caminhão for muito ocioso ou quase vazio, sai "batendo lata" e o frete não é atrativo. Assim, alcançar a taxa de ocupação ideal, dificilmente vai ser possível no chutômetro. 

Falta de garantia de entrega no prazo

A falta de garantia é um problema que afeta muito os seus negócios. Sem credibilidade no mercado ou com má fama de não entregar, seus futuros negócios podem vir a não se concretizar por conta disso.

Se você não pode oferecer garantias aos seus clientes, sua reputação está em jogo. Principalmente, se o repasse de informações não é transparente. É aquele diz que disse, cada um tem sua versão.

Se há desencontro de horários de recebimentos do cliente ou o cliente não podia receber, gerando retrabalho, e esse fato não é registrado formalmente, de forma confiável, a garantia é apenas a sua palavra. 

Ainda, mesmo que os motoristas mandem fotos para provar que o recebedor não estava, fica difícil passar confiança aos pagadores da entrega.

Muito trabalho operacional

A alta carga de trabalho operacional gera muitas horas de trabalho e dedicação total a essa atividade. E, para alta rotatividade, uma única pessoa não dá conta de tudo isso; o que significa, ter uma equipe dedicada à essa função, bastante braçal.

Mesmo com o uso de calculadoras e sites para roteiro e pedágios, muito dessa atividade é feita em planilhas. Em muitos lugares, imprimem-se as CTes e selecionam as rotas a partir de localizações semelhantes. A cada nova venda ou nova carga, há um retrabalho de alocação de caminhões.

Erro humano

Trabalhando de forma manual, é bastante comum e compreensível que muitas coisas podem ter erros. Isso gera retrabalho de conferência de notas várias e várias vezes. E, mesmo assim, acontece com frequência de produtos saírem sem nota ou a  nota sair sem produto.

Quem nunca deixou um produto ou uma nota para trás?

O controle manual tem esse problema de esquecer uma nota na gaveta, gerando perda de tempo, prazo estourado, perda de dinheiro, multas e até quebra de contratos, na pior das hipóteses.

Centralização

Por fim, a centralização de informações sobre roteiros em uma só pessoa pode ser bastante arriscado. Se este funcionário falta ou decide deixar a empresa, todo o conhecimento do trajeto de entregas que estava em sua cabeça vai embora junto com ele.

Vemos esta prática de o operador, por experiência sem nem precisar calcular, já ter toda a programação de entregas planejada, devido a muitos anos de trabalho na mesma função.

No entanto, aquilo que se fez do mesmo jeito há muito tempo, nem sempre é o melhor trajeto, com a melhor economia.

 

LEIA MAIS: 7 problemas gerados por falta de controle operacional


Solucionando os erros mais comuns da roteirização de entregas

Enxergar que algo não vai bem, definitivamente é a parte mais difícil. Mas, uma vez que se identificou os problemas, é hora de buscar soluções. E, acredite, elas são mais simples do que parecem!

Precisão nos cálculos

Com a tecnologia, já é possível fazer o planejamento do melhor roteiro de entrega de forma precisa. Sem diferença de distância, é possível calcular com exatidão os custos da viagem, trazendo mais segurança ao orçamento e ao planejamento financeiro da empresa.

Um software de gestão logística também faz o cálculo preciso da cubagem, também permitindo maior assertividade em relação ao valor do frete. 

Em sinergia, a cubagem calculada de forma correta também direciona e melhora o controle da taxa de ocupação dos veículos da frota. Assim, nenhum veículo fica super ou sub-utilizado, equilibrando a rotatividade, os valores do frete e a roteirização fica otimizada.

Garantia e transparência

Uma plataforma online de gerenciamento de transporte de cargas, como o Fretefy, permite uma visão geral de toda a sua operação. Isso significa que suas entregas podem ser planejadas, agendadas, acompanhadas, comprovadas e mensuradas. Tudo isso em um só lugar, em tempo real e com o máximo de transparência.

Nunca mais haverá desencontro de entregas e recebimentos, nem falta de garantia ao seu cliente, que ficará muito satisfeito com o seu serviço.

Automação do trabalho operacional

Lembra-se de todas aquelas horas de trabalho para roteirizar a entrega e a cada nova venda, o trabalho de alocar caminhões recomeçava? Com a tecnologia, isso nunca mais vai acontecer. Em alguns cliques, quase que de forma mágica, sua nova carga será colocada no seu roteiro, da melhor forma possível a se economizar em tempo e dinheiro.

Informações centralizadas

Não se preocupe mais em conferir várias vezes as mesma nota. Com uma gestão online de cargas, todo o seu controle manual de informações referentes a uma entrega ficará organizado junto à carga correspondente.

Com a ajuda da tecnologia, suas informações ficam centralizadas e disponíveis para consulta e acesso sempre que precisar, num só lugar. Isso gera um histórico para cada entrega feita, dando respaldo para decisões futuras ou consultas posteriores.

Integração e visibilidade de informações

Uma plataforma online de gestão de entregas dá visibilidade a todos envolvidos no processo de entrega. Não será mais necessário apenas um único funcionário alocado para fazer a roteirização. Com a tecnologia, qualquer um pode fazer, rapidamente, o trabalho de montar um roteiro.

Toda a equipe logística pode ter acesso às informações sobre o transporte das cargas, saber seu status e tomar ações corretivas ou preventivas para garantir um bom nível de serviço.

É o fim de pede uma planilha de Fulano, junta com as mensagens de Whats do Ciclano, para poder calcular o frete final de uma entrega. Em um sistema de gestão, tudo isso fica junto às outras informações da carga e nada se perde.


VEJA TAMBÉM: Como vender mais com a logística 4.0


Mude sua forma de trabalhar e conserte seus erros

A tecnologia do Fretefy muda vidas e pode mudar a sua e a da sua empresa. A revolução 4.0 chegou para agilizar os processos e transformar para sempre a forma de fazer logística.

Conte com a plataforma do Fretefy: completa, online e integrada a ERPs. Esse é o futuro do transporte de cargas!

Redução de erros, redução de custos, aumento de satisfação do cliente, garantia ao seu cliente e automação de trabalhos maçantes são a chave para fazer uma empresa crescer. Automatize seus processos e foque em atividades mais relevantes, como conquistar mais mercado e aumentar seu faturamento.

 

Você está pronto para crescer?

Revolucione-se! A hora é agora. Fale com um de nossos consultores e conheça mais sobre o Fretefy.


ESCRITO POR