Gestão de Frota

Como surgiu o primeiro caminhão?

Atualmente os caminhões são conhecidos por serem potentes, confortáveis e facilitadores no transporte de vários tipos de cargas, mas quando o primeiro caminhão foi desenvolvido a realidade era totalmente outra. Leia esse post e saiba como surgiu o primeiro caminhão.

História do primeiro caminhão

Há muito tempo, o transporte de cargas era feito por homens, animais e carroças, até que no século 18 com a Revolução Industrial tudo mudou. Com o desenvolvimento da tecnologia a todo o vapor, surgiu o primeiro veículo auto impulsionado. Foi então que, em 1895, o alemão Karl Benz desenhou e construiu o primeiro caminhão da história. Ele foi feito com um motor de combustão interna, diferente do motor a vapor. No mesmo ano, ele modificou o projeto e criou o primeiro ônibus motorizado da história. No ano seguinte, Daimler construiu o primeiro caminhão movido à gasolina. Ele tinha o motor de 4 a 10HP e rodava cerca de 3 a 12 km/h, carregando até 6t e segundo um folheto que foi distribuído na época, dava até marcha à ré, funcionalidade que, na época, era super moderna. Após a Primeira Guerra Mundial, outros modelos foram desenvolvidos com novas tecnologias, como pneus pneumáticos, acionadores de partida elétricos, travas elétricas, motores de 6 cilindros e iluminação elétrica. Neste período, a Ford e Renault iniciaram no mercado de caminhões pesados.

História dos caminhões no Brasil

O primeiro caminhão fabricado no Brasil foi da Mercedes Benz. Seu nome era L-312 e foi reconhecido como “Torpedo” por conta do formato de cofre do motor, que lembrava um projétil. Tinha a capacidade para seis toneladas de carga e era considerado um caminhão médio. Possuía o motor de seis cilindros em linha e injeção direta. Este foi o primeiro caminhão fabricado no Brasil movido a diesel.

Quais são os tipos de caminhão?

Com a evolução e a tecnologia, diversos tipos de caminhão foram criados. Eles circulam diariamente por todas as rodovias do Brasil e levam consigo os mais variados tipos de cargas. São eles:

Veículo Urbano de Carga (VUC)

Conhecido por ser de menor porte, é recomendado para áreas urbanas. Suas dimensões variam de acordo com a legislação de cada município do Brasil. O maior VUC do país circula na capital São Paulo com 2,2 m de largura e 7,2 m de comprimento. Já o menor roda em Recife (PE) com 2,3 m de largura e 6 m de comprimento.

Caminhão semi-pesado

Os caminhões semipesados podem carregar até 6 toneladas de carga e possuem 2 eixos e 14 metros de comprimento.

Cavalo Mecânico

Este caminhão recebe este nome, pois é formado pela cabine, motor e rodas de tração do caminhão com eixo simples. Pode ser engatado em outros tipos de carretas e semi-reboques.

Carretas

Existem três tipos de carretas:

  1. Carreta dois eixos que utiliza um cavalo mecânico e um semi-reboque com 2 eixos cada. Deve ter o peso bruto máximo de 33 toneladas e comprimento de 18,15 metros
  2. Carreta três eixos que utiliza um cavalo mecânico simples e um semi-reboque com 3 eixos. Deve ter o peso bruto máximo de 41,5 toneladas e comprimento de 18,15 metros
  3. Carreta cavalo trucado, que utiliza um cavalo mecânico trucado que pode ter diversas combinações de semi-reboques. A quantidade de eixos varia desde 3 até 9 e pode ter até 30 metros de comprimento no caso do Rodotrem! Essa composição também carrega até 74 toneladas

Saiba mais em Frota de Caminhões: tipos de caminhão para o seu negócio