Gestão de Frota

Frota própria ou terceirizada: vantagens e desvantagens

Optar pela frota própria ou terceirizada? Empresas ficam com o pé atrás na hora de escolher a melhor forma de entregar suas mercadorias.

Tecnologia em logística, flexibilidade na entrega e possibilidade de monitoramento em tempo real são alguns fatores levados em consideração na hora de escolher a frota.

Se você está montando sua frota e ainda não decidiu ou já tem sua frota mas que saber qual é a melhor opção, este guia é para você! Leia e descubra as vantagens e desvantagens de cada modalidade de transporte: própria ou terceirizada?

O que é terceirização?

A terceirização é um processo pelo qual uma empresa adquire colaboradores a partir de outra. Por exemplo, uma escola pode fechar contrato com uma empresa de serviços para adquirir um jardineiro para sua horta.

A terceirização também recebe o nome de outsourcing e suas origens remontam aos Estados Unidos pós-guerra. Devido à crise causada pelo conflito, as empresas começaram a buscar prestadores para realizar atividades não essenciais na empresa, como atendimento, limpeza e segurança.

Atualmente, a terceirização é presente no mundo todo, mas começou a ganhar força no Brasil na década de 1990 após políticas como o Plano Real, que estabeleceu a moeda que usamos até hoje e um ambiente propício para investimentos estrangeiros.

O que mudou com a lei da terceirização de 2017?

A aprovação da Reforma Trabalhista (lei 13.467) durante o governo Michel Temer em 2017 promoveu uma série de mudanças no que concerne a terceirização no Brasil.

A principal delas foi a “liberação” da terceirização para “atividades-fins” em uma empresa. Anteriormente, o processo era permitido somente para “atividades-meio”.

  • Atividade-meio: são operações cruciais para o funcionamento de uma organização, mas não diretamente relacionadas com sua missão final. Exemplo: Em uma empresa de TI, limpeza seria uma atividade-meio já que essa não é a sua missão como empresa
  • Atividade-fim: são operações diretamente relacionadas com o objetivo da empresa. Em uma empresa de TI, manutenção de data center pode ser uma atividade-fim.

Primarização é a tendência para o transporte de carga?

Como é a terceirização de transporte logística?

Na logística, as atividades de armazenagem, limpeza, manutenção, montagem de pedidos, segurança e o próprio transporte são as principais atividades terceirizadas.

Para uma transportadora, pode ser feita a terceirização de diversas funções na empresa, como a de caminhoneiros, agentes de segurança e até serviços de armazenagem.

Já uma indústria pode terceirizar toda sua logística para uma transportadora e assim aliviar tempo despendido gerenciando esses processos.

Outra opção para embarcadores e transportadores é a plataforma Fretefy, que realiza tracking em tempo real as cargas e permite a contratação de caminhoneiros autônomos.

Frota Própria: Vantagens e Desvantagens

Confira abaixo os prós e contras de gerenciar sua própria logística empresarial:

Vantagens da Frota Própria

#1 Controle Completo

Quando a sua empresa possui uma frota, ela gerencia tudo de ponta a ponta. Isso traz uma grande vantagem que é o acompanhamento de perto de todos os processos da logística.

Com isso, fica mais fácil identificar gargalos e indicar melhorias para a frota ser o mais ágil possível.

#2 Flexibiilidade nas entregas

Geralmente, ao fechar contrato com uma transportadora e terceirizar as suas atividades de logística, sua empresa fica à mercê da contratada. Isso significa que as entregas de seus produtos ficam sujeitos à disponibilidade da transportadora e isso geralmente fica firmado em contrato em relação aos horários e quantidade de caminhões.

Já quando você possui uma frota própria, as entregas podem ser feitas sob demanda. Seus motoristas podem ficar de prontidão e entregam assim que forem solicitados. É até possível fazer entregas em horários fora do expediente caso uma emergência surja - basta pagar hora extra para o motorista.

Essa flexibilidade pode ser um diferencial para clientes que precisam da sua mercadoria em horários inusitados ou quando uma “demanda surpresa” surgir.

#3 Publicidade gratuita

Pense em um caminhão bonito com a sua logo estampada no baú. Com uma frota própria isso pode ser realidade.

A sua marca sendo vista circulando pelas estradas e cidades gera um conceito importante do marketing: brand awareness (consciência de marca).

As pessoas veem seu caminhão e pensam nos seus produtos quando forem fazer uma compra.

Desvantagens da Frota Própria

#1 Custos com encargos trabalhistas

Uma frota própria significa mais funcionários na sua folha de pagamento, o que também significa pagamento de décimo terceiro, férias, benefícios e licenças quando vem o caso.

Para algumas empresas, esses custos podem ser muito altos para a frota própria ser vantajosa.

#2 Gasto de tempo

Embora uma frota própria te permite controle total sobre o processo isso também significa muito tempo da sua empresa dedicado para uma atividade-meio.

Se uma empresa fornece argamassa para clientes, não seria mais benéfico dedicar todos os esforços em argamassa em vez de perder tempo com logística?

#3 Flexibilidade menor para implementar melhorias

Enquanto a frota própria oferece maior flexibilidade para entregas, no que concerne inovação esse tipo de logística deixa a desejar.

Embora a frota seja sua, ela não é a prioridade da sua empresa. Isso significa que obter recursos para adquirir novos softwares ou até para qualificar funcionários pode depender de burocracias corporativas que emperram tudo.

Imagine, por exemplo que um gestor de logística de uma indústria de laticínios deseja adquirir um novo software. Mas, ele não pode simplesmente “comprar” a solução. Ele precisa conversar com superiores, participar de reuniões, aguardar liberação do setor financeiro… Esses entraves empresariais prejudicam a competitividade da sua frota, já que a logística é um ramo que está em constante mudança devido à Indústria 4.0 e a tecnologia muda mais rápido que os regimes burocráticos.

#4 Custos com manutenção, diesel e pedágio

Depois de adquirir seus caminhões, que já são um custo considerável de imediato (10 caminhões semipesados custam uns R$ 2 milhões), os gastos financeiros são constantes. Alguns previsíveis, outros são surpresas desagradáveis.

O diesel é um custo grande que você terá que arcar com todo frete. Embora seja possível usar softwares para minimizar o uso, a conta sempre será sua no final do mês.

Os pedágios também são caros e vão somar aos custos consideravelmente toda vez que um caminhão passar por um. Um caminhão semipesado que vai de Curitiba (PR) até São Paulo (SP) já desembolsa R$42,00 em pedágios. De Rio de Janeiro (RJ) até Salvador (BA) sai por R$101,20!

E fora isso tem a manutenção do veículo e da carroceria, que dependem de serviços especializados e que pesam no bolso. Fora isso, se acontecer um acidente na estrada e o caminhão for danificado, você terá que custear tudo caso não tenha seguro.

Frota Terceirizada: Vantagens e Desvantagens

Na hora de terceirizar é bom saber os prós e contras desse tipo de logística. Além disso dentro desse ramo existem as “plataformas de gestão”, que providenciam um leque diferenciado de benefícios.

Vantagens da Frota Terceirizada

#1 Preço fixo sob contrato

Quando sua empresa fecha contrato para uma frota terceirizada, não tem surpresas desagradáveis. O valor pago pelo serviço é sempre o mesmo, independente de roubo de veículo, manutenção ou oscilação no preço da gasolina.

Com um valor previsível pelo serviço de logística, fica mais fácil para sua empresa manter as contas em dia e não se estressar com eventos desagradáveis.

#2 Tempo e recursos para investir em melhorias dos seus produtos

Investir em uma frota própria gasta muitos recursos, desde financeiros, humanos até o próprio tempo usado para monitorar toda a logística.

Com uma logística terceirizada, sua empresa pode dedicar-se em melhorar os seus produtos e serviços, que são o que realmente importam para seus clientes. Além disso, o setor de RH não precisa se preocupar com a contratação de uma equipe de logística, que contando caminhoneiros, gerentes e operadores pode ser bem numerosa.

#3 Serviço otimizado com inovações recentes

Ao fechar seu contrato, você pode optar por uma transportadora que invista em novas tecnologias. Embora a maioria das empresas de logística ainda operam com softwares defasados, as mais competitivas investem constantemente em novas tecnologias.

Fechar acordo com uma frota terceirizada de ponta, que renova os veículos frequentemente e qualifica sua equipe para utilizar novas tecnologias torna suas entregas mais confiáveis e rápidas.

Menos atrasos, avarias e contratempos na logística.

#4 Entregas na hora com autônomos em plataformas inteligentes

Se você utilizar uma plataforma que disponibilize caminhoneiros bem-qualificados, basta ofertar sua carga e você já fecha negócio para o envio.

Esse é o processo mais simples para enviar seus fretes, pois, basta adquirir o serviço e você tem acesso a motoristas em todo o Brasil, com a compatibilidade entre sua carga e o veículo feito automaticamente.

Conheça a Fretefy, uma plataforma de gestão ponta a ponta com motoristas terceiros para suas cargas

Desvantagens da Frota Terceirizada

#1 Limite de cargas

Ao fechar contrato, a maioria das frotas terceirizadas já estipula um limite para a quantidade de cargas suas que irão transportar. Afinal, elas precisam atender outros clientes também.

O problema disso é que você não pode variar a oferta da sua mercadoria conforme a necessidade, já que isso fica amarrado sob contrato.

Para empresas que trabalham com e-commerce isso pode ser um dificultador que emperra suas vendas e o atraso nos fretes incomoda seus clientes.

Entretanto, uma plataforma inteligente que oferta caminhões terceiros sob medida soluciona esse problema.

#2 Falta de comunicação

Na terceirização da frota se estabelece um mediador entre você e o motorista. No caso de uma frota própria, o gestor pode entrar em contato diretamente com o caminhoneiro conforme a necessidade.

Nas empresas terceirizadas de logística a comunicação costuma ser um problema, pois, elas atendem diversos clientes e acabam se “perdendo” na hora de comunicar avarias ou ocorrências durante a entrega.

Mas uma plataforma que oferece comunicação direta com um motorista autônomo por um aplicativo soluciona isso.

#3 Caminhões não personalizados

Se você se importa com a personalização da sua marca na frota, uma transportadora terceirizada não permite isso.

Isso significa a perda de uma oportunidade de publicidade da sua marca para os transeuntes que se deparam com seu veículo enquanto andam por aí.

Se você for uma empresa B2B (Business to Business), ou seja, vende suas mercadorias para outras empresas, isso nem é um problema. Mas para uma empresa de e-commerce, do setor alimentício ou até do varejo isso pode ser um fator a se considerar.

#4 Problemas comuns de monitoramento da carga

As frotas terceirizadas podem oferecer softwares para você localizar sua carga, mas é comum o programa não funcionar bem na hora que você precisa.

Mas 43% das transportadoras não usam software de logística e isso significa nenhuma forma fácil de rastrear a sua carga. Normalmente, a empresa tem que ligar para a transportadora para saber onde o caminhão se encontra. Isso gera estresse além de ser uma perda de tempo.

Com a Fretefy você pode integrar seu rastreador e ainda localizar a carga pelo GPS no celular do motorista.

Tabela comparativa: frota própria ou terceirizada?

Tipo de transporte Frota Própria Frota Terceirizada Fretefy
Controle completo sobre todo o processo ✔️ ✔️
Flexibilidade nas entregas ✔️ ✔️
Publicidade no baú do caminhão ✔️ ?
Ausência de encargos trabalhistas ✔️ ✔️
Economia de tempo ? ✔️
Atualizações constantes ? ✔️
Carga ilimitada ? ✔️
Comunicação fácil ? ✔️
Tracking em tempo real ? ? ✔️
Entrega on-demand ✔️ ✔️
Orçamento previsível ✔️ ✔️

Saiba mais no Guia Completo para Gestão de Frota